domingo, 4 de setembro de 2011

Relevância




Doces plumas
esmagam
o deletério
Uma alma
em deleite
que se lambuza
na lama
feita
de sonhos
Onde a poesia
tudo fala
E o tudo
está em mim
Um
mim
maior


ouço som de passarinho vindo do pergolado,
deve tá rindo de mim pelo cabelo assanhado.

Que sejamos doce ,

7 comentários:

  1. Bonito isso: [Doces plumas esmagam o deletério] sempre penso ao contrário]. A força que existe na leveza...

    Que sejamos doce, que palavras me façam doce, onde a poesia tudo possa falar, já redundando obrigada pelas sinceras palavras, estava mesmo enganada eu que comecei a escrever com o intuito de melhorar, que seja doce né?

    Beijo grande amada =]

    ResponderExcluir
  2. A força que existe na leveza é maior que a força bruta...
    E quando chega a noite metendo medo, sabe o que a gente faz? Sai por aí roubando estrelas pra iluminar tudo e nos guiar pra onde tenha sol.
    Só porque somos fortes.
    Só porque somos doce.
    E gostamos disso.

    Estamos juntas nessa, flor!

    cores e poesia ,

    ResponderExcluir
  3. Lindo, essa única palavra resume tudo!

    "Que sejamos doces" e lúdicos, :)

    Beijos...

    José Zenildo F.

    ResponderExcluir
  4. Sabe que falar em "lúdico" só me remete à você, Zenildinho!? rs
    Tão bom saber que as palavras e toda essa magia do mundo da poesia representam tanto na vida de um menino de 11 anos!

    Beijos, meu amor.
    Coração permanece na saudade.

    ResponderExcluir
  5. Que delícia de cantinho!!! Quero ficar aqui por mais tempo !!!!
    Adorei!!!
    Bjo!

    ResponderExcluir

Pode dividir seu fragmento mental :)